Aspectos nutricionais
 

Objetivos

- Fazer com que o emagrecimento aconteça de maneira contínua e saudável.

- Melhorar a saúde em geral considerando não só o aspecto físico, mas também emocional .

- Definir um plano de emagrecimento individualizado, ou seja, respeitando as preferências e aversões alimentares de cada indivíduo.

Acompanhamento Pré-cirúrgico

- Orientar o indivíduo em relação aos hábitos alimentares inadequados e oferecer uma alimentação balanceada e equilibrada.

- Orientar o indivíduo sobre uma alimentação saudável para evitar o surgimento de doenças.

- Oferecer um suplemento alimentar quando houver necessidade de corrigir alguma deficiência na alimentação.

Objetivos da suplementação

- Oferecer nutrientes que não estão presentes na alimentação habitual

- Melhorar o sistema de defesa do organismo, evitando a ocorrência, por exemplo, de infecções e até mesmo de gripes, resfriados.

- Auxiliar no processo de cicatrização no período pós cirurgia.

- Evitar que ocorra perda de peso excessiva (intensa e/ou muita rápida), fazendo com que o indivíduo fique fraco e debilitado.

- Prevenir a anemia e perda da musculatura e sim diminuir a gordura corporal.

- Manter saudáveis todos os órgãos que participam da digestão e absorção de nutrientes.

Orientação Alimentar Pós Cirúrgica

- 1° Fase: 1º dia pós Cirurgia = jejum. 2º dia pós Cirurgia = Nas refeições nos intervalos e durante todo o dia = água sem gás, chás de ervas naturais ( erva cidreira, camomila, por exemplo) sem açúcar, gelatina sem açúcar, suco de fruta diluído, água de coco. No almoço e jantar = caldo coado de legumes e carne, com pouco tempero e pouco sal. As quantidades e o tempo de manutenção são definidas com o nutricionista de acordo com a tolerância de cada indivíduo. O uso de isotônicos e suplementos deve ser orientado pelo nutricionista.

- 2 ° Fase: 1 mês após cirurgia: Realizar 6 refeições /dia com pouco volume.Ingerir alimentos de consistência pastosa, ou seja, na forma de purê, assim como purê de legumes, sopa batida no liquidificador, frutas amassadas, cozidas ou raspadas, legumes amassados, carnes moídas, mingau. As quantidades e o tempo de manutenção são definidas com o nutricionista de acordo com a tolerância de cada indivíduo e também a necessidade do uso de polivitamínicos.

- 3° Fase: 2 meses após cirurgia: Realizar 5 - 6 refeições / dia, com alimentos como arroz mole, caldo de feijão, legumes cozidos (não precisa amassar), frutas maduras, leite desnatado, queijos brancos, iogurtes sem açúcar. Ingerir líquidos apenas nos intervalos das refeições. Consultar seu nutricionista sobre o uso de polivitamínicos, suplementos e isotônicos

- 4° Fase: 3 meses após cirurgia: Nessa etapa o indivíduo está ingerindo quase todos os alimentos, apenas deve evitar os doces e açúcares em geral, bebidas alcoólicas, alimentos muito gordurosos (embutidos, pastelarias, bolos, carnes gordurosas, lanches, pizzas.) Ingestão de líquidos deve ser orientada pelo nutricionista assim como o uso de suplementos e polivitamínicos.

- 5 ° Fase: 4 meses após cirurgia: Dieta geral hipocalórica seguindo até quando for necessário. A partir dessa fase o acompanhamento da velocidade de emagrecimento é extremamente importante, pois o indivíduo pode comer quase todos os alimentos (veja fase anterior), mas deve trabalhar a alimentação para parar de emagrecer. Em alguns casos é necessário o enriquecimento da dieta com o uso de algum suplemento alimentar.

Orientações Gerais

Incluir na dieta

- Sucos de frutas naturais (ou polpa congelada). Suco de frutas naturais, não usar sucos artificiais, sem açúcar e diluídos.

- Quando ainda não puder ingerir leite, bater no liquidificador frutas (2 variedades) com verduras ou legumes (1 variedade) e água sem gás.

- Ingerir muito líquido, na forma de água sem gás, água de coco, sucos naturais sem açúcar, chás de ervas naturais (erva cidreira, camomila, por exemplo). Isotônicos com orientação do nutricionista.

Excluir da dieta

- Alguns alimentos possuem um teor elevado de calorias, ou seja, são muito calóricos, e devem ser retirados da alimentação: doces em geral (chocolate, balas, bolos, pudins, sorvetes, frituras, salgadinhos, tortas).

- Alguns alimentos possuem uma quantidade elevada de conservantes e corantes na sua composição e também devem ser evitados: sucos artificiais, isotônicos, temperos prontos, caldos de carne, produtos enlatados, embutidos.

Composição da Suplementação

- Pré bióticos: são, em geral, as fibras alimentares que encontramos nas frutas, verduras e legumes e podem ser consumidas por meio de alguns complementos alimentares específicos. Na alimentação as fibras ajudam a manter a regularidade intestinal, ou seja, previnem tanto a obstipação quanto a diarréia. Pro bióticos: são bactérias benéficas que fazem parte da nossa flora intestinal e ajudam a manter o funcionamento normal do intestino.

- As fibras estão presentes nas frutas, verduras e legumes e podem ser classificadas em solúveis e insolúveis. As fibras solúveis devem ser utilizadas em casos de diarréia, pois fazem com que as evacuações fiquem menos freqüentes e ajudam a controlar a glicemia. Um alimento rico em fibra solúvel e a aveia.

- Alguns nutrientes participam do combate ao envelhecimento das nossas celulas e portanto do nosso organismo em geral, alem de auxiliar nas defesas contra algumas doenças. Alimentos ricos em Zinco, Selênio, Manganês, Cobre, Vitamina C, Tocoferol e Betacaroteno, podem ajudar a prevenir o envelhecimento e também a ocorrência de infecções. Ex: castanha do para, laranja, goiaba, acerola, mamão, abóbora.

- Existem algumas vitaminas muito importantes para a manutenção das funções normais do nosso organismo. O complexo B e formado pelas vitaminas B1, B2, B6, B12, que entre outras funções participam da formação de alguns hormônios que nos ajudam a controlar a fome e a saciedade.

- Cromo e um elemento químico presente em alguns alimentos e é responsável pela absorção e aproveitamento das gorduras e açucares (carboidratos) que nos ingerimos.
- Existem outros nutrientes que ajudam a eliminar algumas substancias tóxicas ao organismo como L-taurina presente em alimentos ricos em proteínas (leite, carne, ovo), Vitamina C e Molibdênio.

Formas de suplementação

- Líquidas. O suplemento alimentar que serve para complementar a alimentação pode ser adquirido na forma líquida, onde estará pronto para o consumo ou em pó que devera ser diluído em água ou em cápsulas bem pequenas.

voltar

Cirurgia da Obesidade. Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.